Compartilhe

“Detalhes tão pequenos de nós dois” e um som para o clima de amor

por

pequenos detalhes no relacionamento

Amados, essa sexta estava ouvindo “Rainbow” do G.Love enquanto o excelentíssimo lavava os meus cabelos e pensei: “- Preciso escrever sobre isso”. Pode parecer qualquer coisa, apenas uma minudência do dia a dia. E é. Mas é uma baita delas.

Quando a gente vive bem com alguém – tenho certeza de que os “donos” de uma convivência saudável dentro de uma relação irão concordar, os pequenos detalhes fazem toda a diferença. São as pequenas atitudes, os gestos implícitos e as palavras ditas num simples olhar que enchem a casa de alegria e o coração de afeto.

“Detalhes tão pequenos de nós dois”, ô música sábia!

detalhes que fazem diferença no relacionamento

Pode ser que o amor seja dito quando o nosso companheiro acorda cedo na sua folga para preparar uma vitamina para você tomar antes do trabalho, pois sabe que se atrapalha toda de manhã na hora de sair. Pode ser na hora em que você já pediu mais de trinta vezes “Amor, pega água para mim?”, “Amor, cadê meu sapato?”, “Amooooor, você viu minha cabeça em algum lugar da casa?” e o amor, coitado e paciente que é, responde com gentileza. E também pode ser dito quando você, atrapalhada e desligada que é percebe que já chamou o “Amor” tantas vezes que levanta e procura sua cabeça sozinha. Porque amor é atitude e não só palavras proferidas ao vento enquanto se esbraveja por dentro de saco cheio do outro.

Uma listinha dos detalhes que fazem parte da rotina de muito casal

Tem algumas pequenices gostosas que devem perambular pelo relacionamento de muitos que nos leem. Vamos ver se acerto?

  1. Aquele gesto simplório para facilitar até na hora de escovar os dentes: Colocar pasta de dentes na escova do outro quando você vai escovar o seu antes de dormir, mesmo que o outro ainda esteja se enrolando na sala ou em algum canto da casa.
  2. A briga que rende risada na cama: Você gosta dos pés quentinhos e o outro no Alasca, para fora das cobertas. Você quer o seu pé embolado com os dele e a briga começa, um descobre o do outro, você puxa o dele para dentro, uma maçaroca.
  3. A clássica e deliciosa guerra que começa em cócegas, depois numa chave de braço e termina com vocês rindo até a barriga doer no chão.casal-brincando, detalhes gostosos da vida a dois
  4. Um odeia cerveja preta (ou qualquer outro item de mercado que o valha), mas sempre quando chega das compras enche a geladeira delas porque o outro ama e não precisa ter que passar vontade quando quer tomar uma gelada.
  5. Deixar um café pronto ao sair pela manhã mesmo que tenha que perder 10 minutos de sono para isso.
  6. Vocês tem o hábito de arrumar a cama juntos quando é folga ou se acordam na mesma hora: cada um do seu lado para esticar os lençóis, as cobertas e os mil travesseiros que vocês não usam, mas que deixam a cama toda fofa e bonitona com cara de revista. São minutos para jogar conversa fora antes do dia começar – essa veio de um casal de amigos J
  7. Você inventa uma dieta maluca e absurda porque está naquela fase que dá escândalo quando precisa se arrumar bonita para sair toda vez que abre o guarda-roupa. Ele ama tudo o que você não pode comer e mesmo assim entra na dieta junto para te incentivar. E ainda aguenta seus berros vindos do quarto mesmo achando isso ridículo – “onde já se viu chorar por causa de roupa?” (mas a gente sabe que é muito mais do que isso, né?).
  8. Você grita do banheiro pedindo sabonete, toalha, água (hehe). O outro corre para pegar. Vocês tomam banho juntos de vez em sempre.

Pois é, esse amor que a gente vai praticando em casa aos trancos e barrancos vai transbordando e contagiando quando a gente finalmente percebe que olhar para o outro com cuidado e entender que cada um anda a seu passo na reforma íntima e nos caminhos tortuosos da vida pode sim fazer dela muito mais leve. O olhar amoroso vem de graça e é justamente aí que está a graça da vida. Há!

Sobre o som: “Rainbow”, de “Some Live Songs”

some-live-songs

Essa música é de um CD fantástico, “Some Live Songs”, gravado em 2004 numa parceria feita entre o Jack Johnson, Donavon Frankenreiter e o próprio G.Love que citei no começo do post. Ele foi gravado ao vivo em Boston num clima bem intimista. Os artistas passeiam por músicas bem conhecidas como “When We Meet Again”, “Times Like These”, “Banana Pancakes”, “Free” e a própria “Rainbow”.

Juro que tentei montar uma playlist no Spotify para disponibilizar o CD completo para vocês. Porém as músicas dele não estão disponíveis no aplicativo e as play montadas com músicas do nosso computador não estão rolando se tentamos abrir em outro dispositivo. Ou seja, vou precisar trabalhar mais nisso para ver se descubro uma forma de fazer plays com músicas que tenho baixadas aqui para vocês.

Por enquanto o jeito é acessar pelo Youtube. O CD está em três partes e vou deixar aqui a primeira delas 😉

Peço encarecidamente que vocês se deem a oportunidade de ouvir esse som: vai bem para puxar qualquer calmaria depois de um dia agitado com uma boa taça de vinho ao lado e lembrar dessas miudezas que engrandecem o relacionamento. Pare um segundo para se olharem, trocarem e transbordarem esse amor que há entre vocês porque o clima é ótimo para isso. A única tristeza aqui é que não foi feita nenhuma gravação de vídeo desse encontro no Ram’s Head Tavern. Se alguém souber de alguma perdida por aí, por favor não deixe de avisar porque me faria muito, mas muito feliz!

E é isso meus amados, só queria compartilhar com vocês a alegria dos detalhes de um arco íris, o ouro no final dele vocês mesmos podem plantar com esses pequenos gestos e deixar a vida assim: cheia de cor!

———-

Imagens retiradas de WeHeartIt. Vídeo retirado do canal Woothy420, Youtube.

1 Resposta
  • Diego
    novembro 15, 2016

    Passando pra dizer que estou atualizado no blog e o post está two thumbs up!! 👍👍

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *